segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Escolhas

Acho incrível como pequenas ações podem para sempre mudar ou influênciar nossas vidas.
Desde o momento em quê acordamos somos submetidos a fazer escolhas. "Levanto agora ou durmo mais quinze minutos?"
Parece ser uma decisão simples, insignificante, mas selecionar umas dessas opções pode ser sua salvação ou então a sua morte. Você pode conhecer o grande amor de sua vida ou ficar só para sempre... Tudo isso depende de escolhas. Digamos que eu resolva dormir mais quinze minutos. Ao invés de levantar às seis eu me levanto às seis e quinze, sigo a minha rotina de todas as manhãs, faço minha higiene e me arrumo, penso se tomo café ou faço um lanche quando chegar na faculdade pra compensar os quinze minutos de atraso. Resolvo tomar café em casa mesmo e saio. Chego no ponto de ônibus quinze minutos mais tarde do que o normal, espero até o coletivo chegar enquanto isso vou tomando varias outras decisões: Se eu pego dois transportes, pois estou atrasado, ou se espero o que vai direto e me arrisco a não chegar a tempo, se me sento no banco ou fico de pé, se vou andando pra outro ponto que tem mais opções...
Enfim eu entro no ônibus que vai direto. No caminho eu passo pelo outro ônibus, o que eu deveria ter pego se eu não tivesse dormido um pouco a mais, ele tinha acabado de se envolver num acidente grave eu poderia estar nesse coletivo, poderia ter acontecido algo de grave comigo se eu não resolvesse dormir quinze minutos a mais ou então se eu saisse sem tomar café. Uma pequena decisão de dormir mais um pouco e tomar café em casa pode ter salvado a minha vida!
Ainda continuando, Digamos que, por causa desses quinze minutos eu chegue atrasado na faculdade, perco a prova ! E já era a prova final (que merda!!!) perco a disciplina. Talvez se eu tivesse escolhido ir andando pra outro ponto que tinha mais opções ou pegasse dois ônibus eu chegaria a tempo pra fazer a prova. Por causa desses quinze minutos de soneca ou por eu não ter ido pro outro ponto, ou por não ter pegados os dois coletivos eu vou ter que fazer essa disciplina novamente. No outro semestre na hora da matrícula eu tenho que decidir se repito agora a matéria ou se deixo pra depois. Escolhi repetir logo. Conheci "Fulana" que pegava essa disciplina também. Talvez se eu não tivesse dormido quinze minutos a mais, não ter tomado café em casa, se eu não esperasse o ônibus que vai direto e chegasse atrasado, perdesse a prova, perdesse essa disciplina, Se eu não tivesse escolhido repetir logo essa matéria Talvez eu não conhecesse "Fulana" não me casaria com ela, não teria filhos...
Tudo isso por causa de simples escolhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário